Cairo, 26 jan (EFE).- Uma missão arqueológica egípcia descobriu uma represa, cuja origem se remonta ao primeiro milênio antes de Cristo, construída para proteger o templo faraônico de Karnak das cheias do rio Nilo.

Segundo um comunicado do Conselho Supremo de Antiguidades divulgado hoje, esta construção, que foi batizada como "a grande represa", mede 250 metros de comprimento e é a segunda encontrada nos últimos dois anos.

A construção anterior de características similares era usada para transportar rochas e animais para os sacrifícios até este templo, que fica a 700 quilômetros do Cairo. EFE nq/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.