Argentina registra mais quatro mortes por gripe suína

A Argentina comunicou hoje mais quatro mortes por gripe suína, elevando para 21 o número de óbitos provocados pela vírus A/H1N1, desde o início de maio, quando a doença foi detectada pela primeira vez na América do Sul. O Ministério da Saúde argentino disse que o país registrou 100 novos casos de gripe suína, totalizando 1.

Agência Estado |

391 pessoas infectadas, enquanto que outras 967 estão sendo submetidas a testes para confirmar a infecção.

"A área mais afetada é a região metropolitana de Buenos Aires, disse a ministra da Saúde, Graciela Ocana. De acordo com o ministério, 20 das mortes e 1.191 dos casos positivos da doença ocorreram na capital argentina e arredores, uma área com um total de 12,5 milhões de habitantes.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG