O presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado José Carlos Araújo (PR-BA) disse hoje à Agência Estado que é insustentável a manutenção do deputado Sérgio Moraes (PTB-RS) na relatoria do processo por quebra de decoro parlamentar contra Edmar Moreira (sem partido-MG). A troca do relator deverá ser formalizada em reunião do conselho, marcada para a próxima terça-feira.

"Ele (Moraes) não pode criar constrangimento ao conselho. Mais de dez conselheiros já me ligaram pedindo que o deputado deixe a relatoria", afirmou Araújo.

O presidente do Conselho de Ética concorda com a avaliação da maior parte dos conselheiros de que Sergio Moraes fez um prejulgamento ao declarar, última na quarta-feira, que não vê motivos para condenar Edmar Moreira. O relator disse ainda que está se "lixando para a opinião pública". José Carlos Araújo disse que Edmar Moreira não tem razão para questionar a troca da relatoria e tentar com isso prejudicar o andamento do processo. "Isso não é da alçada do deputado Edmar Moreira. Ele tem que se ater a prestar os esclarecimentos ao Conselho", disse Araújo.

O presidente do Conselho informou que pretende adiar o depoimento de Edmar Moreira, marcado para a próxima quarta-feira, para o dia 20 de maio. Ele disse que o novo relator vai precisar se inteirar do caso para poder inquirir o deputado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.