Ar seco eleva em 20% atendimento a pacientes no CEMA em SP

A semana começou mais quente em São Paulo e fez com que o índice de umidade do ar caísse a níveis próximos do preocupante. O ar na cidade está seco devido à ausência de ventos.

Agência Estado |

Em virtude da alta concentração de poluentes, o diretor e médico do laboratório de poluição da Universidade de São Paulo (USP), Paulo Saldiva, explica que durante o inverno as pessoas tendem a sentir irritações nos olhos, boca seca, fadiga e dificuldade para respirar.

No Instituto CEMA de Oftalmologia e Otorrinolaringologia, na zona leste da cidade, o inverno elevou em 20% o número de pacientes atendidos - de 985 para 1.200. Segundo a diretora geral de atendimento, Juliana Scaranello, os casos mais freqüentes são de crianças. "As reclamações mais corriqueiras são de nariz entupido, dores de garganta e cabeça e dificuldade para respirar", conta a diretora.

No pronto-socorro infantil Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte, as crianças foram as mais atingidas pela baixa umidade do ar. "Minha filha de um ano sofre de bronquite asmática e desde que começou o inverno eu tive que trazê-la quase que todos os dia ao pronto-socorro", conta a dona de casa Lurdes Maria Souza Silva, de 23 anos.

Para se prevenir da baixa umidade do ar e das conseqüentes doenças respiratórias, Saldiva recomenda o consumo de frutas e água mineral em abundância e a prática de exercícios físicos. "É fundamental fortalecer o sistema imunológico", diz.

Tempo - O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou ontem, índice de 34% na cidade, enquanto anteontem a marca chegou a 39%. O ar está seco devido à ausência de ventos, mas a previsão aponta que amanhã as temperaturas irão voltar a cair, e até o final da semana a umidade do ar irá melhorar com a chegada de chuvas. Segundo o meteorologista do Inmet, Franco Villela, a qualidade do ar está acima do recomendável pela Organização Mundial de Saúde (30%) e, portanto, longe do estado de alerta. As informações são do Jornal da Tarde .

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG