Ar seco coloca Brasília em situação de alerta

A umidade relativa do ar chegou a 18% em Brasília, às 15 horas de hoje, conforme medição do aeroporto Juscelino Kubitschek. Segundo a Climatempo, na tarde de ontem, a umidade já havia baixado para 20%.

Agência Estado |

Além do ar seco, os brasilienses também têm tido tardes mais quentes, com calor em torno dos 28ºC. De acordo com os padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS), índices de umidade do ar de 20% já determinam um estado de alerta.

Por conta do ar muito seco, poucas nuvens estão conseguindo se formar sobre Brasília e a semana tem sido com sol forte. Até o domingo, não há expectativa de chuva na capital federal, segundo Josélia. A meteorologista adverte ainda que situações como estas serão cada vez mais comuns nos próximos meses e índices de umidade ainda menores poderão ocorrer em Brasília e em muitas outras áreas do País. O período de seca no Brasil está apenas começando. Daqui até o início da primavera será cada vez mais rara a ocorrência de alguma chuva na maioria das áreas do Centro-Oeste e do Sudeste, diz Josélia.

Em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, a umidade relativa do ar baixou para apenas 25% no meio da tarde de hoje. Para se ter uma ideia de como o ar secou na região, na segunda-feira o menor índice de umidade foi de 47%. O calor e o ar seco vão persistir no norte mineiro até o fim da semana, prevê a meteorologista Josélia Pegorim.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG