Aprovado indicativo de greve e ocupação da Unifesp

Estudantes da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) reafirmaram em assembléia-geral na noite desta sexta-feira (25) sua posição contrária à permanência do reitor Ulysses Fagundes Neto. Foi aprovado ainda um indicativo de greve e de ocupação da Reitoria.

Agência Estado |

Para que seja efetivada a greve e a ocupação é preciso votação em uma nova assembléia, ainda sem data definida.

A assembléia, encerrada às 22h após quatro horas de discussões, teve a participação de 400 alunos dos cinco campi da universidade. Fagundes Neto é investigado pela CPI Mista dos Cartões Corporativos por irregularidades no uso de seu cartão.

Segundo o coordenador-geral do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Tiago Cherbo, os universitários estão insatisfeitos com Fagundes Neto. "Estamos muito descontentes com uso que o reitor fez de seu cartão corporativo", disse. "O que mais nos incomoda é a falta de ética dele."

    Leia tudo sobre: greve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG