Uma coisa é você pedir emprego, outra é fazer lobby , diz Lula - Brasil - iG" /

Uma coisa é você pedir emprego, outra é fazer lobby , diz Lula

SÃO PAULO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a defender nesta quinta-feira o presidente do Senado, José Sarney, que enfrenta uma série de denúncias. Para Lula, uma pessoa não deve ser condenada antes que se comprove sua culpa.

Redação com agências |

Durante entrevista à "Rádio Globo", Lula disse que é preciso fazer as investigações corretas em relação às denúncias contra Sarney. 

Agência Brasil
Sarney volta a ser alvo de denúncias

Não podemos tratar tudo como se fosse um crime de pena de morte, disse o presidente. É preciso saber o tamanho do crime. Uma coisa é você matar, outra coisa é você roubar, outra coisa é você pedir emprego, outra é fazer lobby, disse Lula.

Lula elogiou também a disposição de Sarney (PMDB-AP) para investigar supostas irregularidades e promover uma reforma administrativa no Senado. O peemedebista é considerado pelo governo um aliado estratégico no Congresso e na eleição de 2010.

Sobre um possível afastamento de Sarney da presidência da Casa, Lula afirmou: "eu não posso entender que cada pessoa que tenha uma denúncia tenha que renunciar ao seu cargo".

Na quarta-feira, o jornal "O Estado de São Paulo" revelou que gravações telefônicas feitas pela Polícia Federal na Operação Boi Barrica revelam a prática de nepotismo pela família Sarney no Senado e amarra Sarney ao ex-diretor-geral Agaciel Maia na prestação de favores concedidos por meio de atos secretos.

Em uma das conversas, o empresário Fernando Sarney, filho do parlamentar, diz à filha, Maria Beatriz Sarney, que mandou Agaciel reservar uma vaga para o namorado dela, Henrique Dias Bernardes.

Nesta quinta-feira, os senadores Pedro Simon (RS) e Cristovam Buarque (PDT-DF) voltaram a pedir o afastamento do peemedebista.

Ciro em São Paulo

Durante a entrevista, o presidente voltou a pedir ao PT de São Paulo "maturidade" para a construção de uma aliança que garanta ao partido uma vitória na eleição para o governo do Estado, atualmente controlado pelo PSDB. Segundo Lula, a legenda deve estar preparada inclusive para apoiar o candidato de uma sigla aliada.

Perguntado se um bom nome seria o do deputado Ciro Gomes (PSB-CE), que poderia transferir seu domicílio eleitoral para poder disputar a vaga, o presidente demonstrou gostar da ideia.

"Obviamente, o Ciro Gomes é sempre uma oportunidade, é um homem altamente preparado, um companheiro da mais alta competência", elogiou Lula.

"Se ele quiser ser candidato em São Paulo e conversar com o PT, eu acho que é uma boa conversa e acho que o PT precisa levar muito a sério essa possibilidade. Mas, primeiro é preciso saber se o Ciro quer mesmo", ponderou.

Gripe suína

Durante a entrevista, Lula tentou também tranquilizar a população sobre a "gripe suína" ( rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS ) . Segundo ele, o importante no momento é tomar cuidado.

"Sempre que cumprimentar as pessoas, lavar a mão, sempre que estiver em casa, manter a janela aberta para não ficar com o ambiente fechado, quando estiver em público evitar contato direto", recomendou.

Leia também:



Leia mais sobre: 
Senado  - atos secretos

    Leia tudo sobre: lulasenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG