O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje que o governo federal, o estadual e os prefeitos farão tudo o que tiver que ser feito para recuperar Santa Catarina. Ele sobrevoou hoje vários municípios atingidos pelas enchentes e desmoronamentos no Estado, que deixaram 126 mortos e 27 desaparecidos.

"Temos que trabalhar 24 horas para ajudar a fazer Santa Catarina voltar a ser o que era", disse o presidente, em Blumenau, na região do Vale do Itajaí.

Durante visita a um dos 36 abrigos oficiais que continuam a reunir 2.591 pessoas em Blumenau, Lula afirmou, em um discurso emocionado, que também já passou pela mesma situação por causa de enchentes. "Não é coisa boa, é melhor estar na casa da gente", disse. "Mas também não é possível fazer casa num dia." Ele afirmou que as Defesas Civis nacional e de Santa Catarina farão um levantamento de tudo o que foi destruído tanto na cidade quanto no campo. "Vamos atender a todos porque todos são brasileiros e merecem ser tratados com carinho."

"Vamos ter que fazer com tranqüilidade, sabendo da pressa porque não podemos ficar com as crianças muito tempo fora da escola e nem com as escolas não funcionando", disse. "Vamos pedir a Deus que dê um pouco de água para o Nordeste e pare de chover um pouco aqui em Santa Catarina para a gente poder reforçar a recuperação."

Lula estava acompanhado, entre outras autoridades, da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. Segundo ele, haverá um esforço também para recuperar as rodovias, visto que Santa Catarina tem bons atrativos turísticos no fim de ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.