A jovem Caroline Pivetta da Mota, de 24 anos, foi libertada no fim da manhã de hoje da Penitenciária Feminina de Santanna, na zona norte de São Paulo. A soltura ocorreu um dia após o juiz Davi Copelatto, do Departamento de Inquérito Policial (Dipo), conceder liberdade provisória à jovem.

Ela estava presa desde quinta-feira, sob acusação de tentar furtar DVDs de um loja no Itaim Bibi, na zona sul.

No ano passado Caroline permaneceu presa por 53 dias após ser detida em flagrante, no dia 26 de outubro, por pichar paredes do "andar vazio" da 28ª Bienal de Artes de São Paulo. Por essa ação a jovem foi denunciada pelo Ministério Público pelos crimes de formação de quadrilha e deterioração ou destruição de bens protegidos por lei.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.