O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), afirmou hoje que não é candidato a governador do Estado e que ficará até o fim do mandato na Prefeitura. Tenho esse compromisso com a cidade, disse ele, em entrevista ao Jornal Eldorado, da Rádio Eldorado.

Kassab afirmou que há diferenças entre a situação dele hoje e a do governador José Serra (PSDB), quando o tucano era prefeito.

Kassab disse que, na época, era vice-prefeito e que a capital paulista "pedia para o Serra sair para ser candidato a governador ou a presidente". "No meu caso, a cidade pede para eu ficar, até porque eu estou no início da minha carreira, é o meu primeiro cargo majoritário, e o Serra está coroando sua carreira, pois já foi ministro duas vezes, senador, deputado e governador", declarou.

Kassab afirmou acreditar que a decisão do governador de São Paulo de ter renunciado ao cargo de prefeito para ser candidato ao governo estadual foi correta, pois ele ganhou no primeiro turno, com uma votação "muito expressiva". "Agora, vou ficar torcendo para que o Serra se defina por sua candidatura a presidente da República", admitiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.