O cantor Roberto Carlos provocou tumulto ao desembarcar no Aeroporto Municipal Raimundo de Andrade, em Cachoeiro do Itapemirim (ES), no fim da tarde deste domingo. Após um hiato de 14 anos, o rei retornou a sua cidade natal para fazer o show de abertura da turnê comemorativa dos seus 50 anos de carreira, que passará por mais de 20 cidades pelo Brasil.

AE
Roberto Carlos desembarca em sua cidade natal

Em clima de festa, um grupo de aproximadamente 500 pessoas esperou por mais de três horas pelo ídolo no aeroporto, espremido entre grades, vidros e arames farpados. Cerca de 90 profissionais da imprensa também aguardavam a chegada de Roberto Carlos, que comemora hoje 68 anos de idades

Fãs, vindo de diversas partes do Brasil, estouraram um cano de instalação hidráulica nos fundos do aeroporto para beber água e agitavam faixas e cartazes.

"Eu não sei ser rei, eu só sei cantar", disse Roberto Carlos, numa tumultuada coletiva de imprensa improvisada no saguão do pequeno aeroporto. Segundo o cantor, é um caso "muito sério de amor" o que o une aos fãs de todo o País. Ele prometeu que essa não será sua última apresentação na terra natal. Segundo Roberto, o segredo da longevidade de sua carreira está no fato de que ele tem o mesmo sentimento do povo, e compreende suas predileções.

Um humorista do programa de TV Pânico conseguiu se "infiltrar" entre os jornalistas credenciados e deixou a produção do show furiosa. Roberto exibia um cabelo mais curto do que o habitual, estava todo de azul, jeans e camiseta e sapatos brancos. Abraçou muita gente e deu entrevistas. Depois, saiu do aeroporto em um carro no qual seguiu também seu empresário, Dody Sirena.

O show que mudou a rotina dos habitantes de Cachoeiro do Itapemerim desde o começo da semana teve duração cerca de duas horas. 

Leia mais sobre: Roberto Carlos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.