está descansando em casa com a dona Marisa. Na segunda-feira, ele estará pronto. A declaração é da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que estava com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando ele teve a crise de hipertensão, em Recife (PE), e o acompanhou no hospital." / Na segunda-feira, ele estará pronto , diz Dilma sobre Lula - Brasil - iG" / está descansando em casa com a dona Marisa. Na segunda-feira, ele estará pronto. A declaração é da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que estava com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando ele teve a crise de hipertensão, em Recife (PE), e o acompanhou no hospital." /

Na segunda-feira, ele estará pronto , diz Dilma sobre Lula

A população pode ficar tranquila, porque o presidente está bem, http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2010/01/28/apos+crise+hipertensiva+lula+passara+por+novos+exames+no+fim+de+semana+diz+medico+9379531.htmlestá descansando em casa com a dona Marisa. Na segunda-feira, ele estará pronto. A declaração é da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que estava com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando ele teve a crise de hipertensão, em Recife (PE), e o acompanhou no hospital.

iG São Paulo |

"O presidente está bem, mas ele vai ter que olhar mais para a saúde. Esse negócio de dormir às 2 da manhã e chegar às 9h no CCBB é difícil. Sempre é bom intercalar uma semana mais pesada com uma mais leve. Temos um ritmo forte de agenda", afirmou a ministra. Ela defendeu uma avaliação de saúde periódica, e alertou que não se deve transformar este episódio em um alerta sobre o estado de saúde do presidente.

AE
Lula chega a São Bernardo do Campo

Lula chega a São Bernardo do Campo

Dilma reconhece que as agendas do presidente são sempre pesadas e que já se chegou a brincar na Presidência que a agenda de Lula é "um verdadeiro Rally Paris-Dacar". A ministra não acredita que o presidente trabalhe mais em ano eleitoral. "Temos sempre um ritmo forte". Ela disse que o presidente ficou preocupado com o aumento da pressão, porque ela é regular e constante. "Chova ou faça sol, está sempre em 12 por 8 ou 11 por 7. Mas a pressão dele ficou muito elevada (18 por 12)" observou.

Agenda lotada

Dilma ressaltou que as horas que antecederam o mal-estar do presidente tinham sido muito intensas.

[Na segunda-feira, 25,] fomos primeiro para o Rio de Janeiro, onde cumprimos toda a agenda de visitas às obras do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento]. Depois fomos ao aniversário de Dona Amélia, mãe do Chico Buarque, e a uma festa com o governador Sérgio Cabral. Depois voltamos a Brasília, onde chegamos às 2h30 da madrugada. No outro dia, viajamos para o Rio Grande do Sul, onde participamos do Fórum Social Mundial. Depois fomos para Pernambuco, onde tivemos uma agenda bem pesada. O presidente ia para a Suíça, mas resolveu cancelar as viagem depois que passou mal.

Em Pernambuco, onde Lula chegou por volta das 15h30 de quarta-feira, no primeiro compromisso, às 15h40, Lula assina decreto de criação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Suape; por volta da 16h, participou da inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Paulista; às 18h, o presidente participou de cerimônia em homenagem às vítimas do Holocausto; à noite, por volta das 22h, Lula foi ao jantar oferecido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, no Palácio Campos da Princesas. 

A ministra atribui o mal estar do presidente à rotina cansativa de trabalho dos últimos dias, com jantares e comemorações até de madrugada. "É melhor que ele fique descansando no fim de semana", afirmou a ministra.

Já teve pico de pressão

A ministra contou ainda que mesmo sem tomar remédio, ainda na noite de quarta-feira, a pressão do presidente começou a cair para 14 por 9. Ela lembrou que em algum momento do passado o presidente já teve um pico de pressão, mas que isso não é comum. Daí o motivo da preocupação do presidente.

Lula passará o fim de semana em sua casa, em São Bernardo do Campo, no Grande ABC, descansando com familiares. Segundo Roberto Kalil Filho, médico pessoal do presidente, o presidente passará por check up entre sábado e domingo do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

A previsão é que Lula retorne para Brasília na segunda-feira, onde deverá retomar seus compromissos.

(*com informações da Agência Estado)

No Recife, presidente reclama de dor de garganta

Leia também:

Leia mais sobre: Lula 

    Leia tudo sobre: dilmalula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG