Lei Seca , acidentes com mortes no DF caem 20,5% - Brasil - iG" /

Após um mês de Lei Seca , acidentes com mortes no DF caem 20,5%

BRASÍLIA - O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e o Batalhão de Trânsito do Distrito Federal divulgaram na tarde desta segunda-feira o balanço de acidentes um mês após a edição da Lei Seca. De acordo com o estudo, houve uma redução de 20,5% nos acidentes com vítimas fatais quando comparados com 31 dias anteriores à Lei. Apesar da queda no número ocorrências, o de óbitos não teve uma grande redução, caindo somente 6%.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

Os dados comparam os períodos que vão de 20 de maio a 19 de junho e 20 de junho a 20 de julho. No primeiro intervalo foram registrados 34 acidentes. Nos 31 dias após a lei foram 27, chegando à queda de 20,5%. Em relação aos óbitos, 35 foram registrados no primeiro período, contra 33 no segundo, levando à queda de 6%.

Todos os dados são preliminares. Isso porque, para o Batalhão de Trânsito e o Detran qualquer óbito que ocorra até 30 dias depois do acidente é considerado como vítima do evento.

De acordo com o gerente de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Detran, Silvain Barbosa Fonseca Filho, a redução no número de ocorrências se deu devido à ampliação da fiscalização e divulgação, por parte da mídia, da "Lei Seca".

Ele destacou, no entanto, que um dos motivos da alta taxa de óbitos se deve à acidentes em que mais passageiros morreram de uma só vez. Ele citou que, dos 27 registrados, somente dois tiveram um teste positivo para a ingestão de álcool por parte do condutor. Nestes dois foram registradas seis mortes.

Autuações

Silvain ainda revelou que nos 31 dias após a edição da Lei Seca foram autuados 175 condutores por ingestão de álcool. Todos devem ter suas carteiras de habilitação recolhidas e, após um ano terão que refazer a escolinha do Detran e passar por palestras dos Alcoólicos Anônimos (AA) para recuperar o documento.

Leia também:

Leia mais sobre: Lei Seca

    Leia tudo sobre: lei seca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG