Após um ano, Lei Seca quer retomar fôlego

Nesta terça-feira (9/6), o ministro da Justiça, Tarso Genro, lançou uma campanha que busca conscientizar e comemorar o primeiro ano de vigência da Lei 11.705, a chamada Lei Seca.

Redação com Agência Brasil |


No lançamento da campanha - que se chama "Não deixe a bebida mudar o seu destino; dirigir alcoolizado é crime e pode dar cadeia" - o ministro disse que o primeiro ano de Lei Seca foi positivo, embora a fiscalização tenha afrouxado nos últimos meses.

A Lei Seca já está mostrando resultados positivos naquelas regiões onde as autoridades estão fiscalizando. No começo houve aquele impacto e houve uma redução (no número de motoristas alcoolizados), mas depois houve um relaxamento. As pessoas deixaram de fiscalizar, até porque não estavam preparadas.

AE
Carro destruído dentro de garrafa gigante, que faz parte da nova campanha da Lei Seca, é vista na entrada do Plano Piloto, em Brasília. A Lei 11.750 está em vigor desde 20 de junho de 2008, em todo território nacional, determinando que todos os motoristas que forem flagrados depois de beber estarão sujeitos a multas e suspensão da carteira de habilitação por 12 meses, além de prisão em casos mais graves
Carro destruído dentro de garrafa gigante, que faz parte da nova campanha da Lei Seca, em Brasília. São Paulo, Florianópolis e Belo Horizonte também terão uma réplica da garrafa.

No final do ano passado, o Ministério da Justiça anunciou a compra de 10 mil bafômetros. Deste total, 900 já foram entregues às polícias militares dos estados. A previsão do Ministério da Justiça é que sejam usados neste feriado.

Dos 10 mil bafômetros, três mil serão entregues à Polícia Rodoviária Federal e, os outros sete mil, às polícias militares dos estados. O prazo de um ano justifica-se, segundo o ministério da Justiça, pela falta de oferta de bafômetros no mercado. Três empresas que ganharam a licitação tem que entregar o total acordado até o final de 2009.

O diretor da PRF afirmou que, para uma fiscalização efetiva, os aparelhos que medem o teor de álcool no sangue não bastam. Segundo ele, deve haver também policiais nas ruas. Nós temos o número de efetivo reduzido, são aproximadamente 10 mil policiais e o ideal seriam 13 mil. Isso é um dos vetores que irá reduzir o número de acidentes em decorrência do uso de bebidas alcoólicas, disse Hélio Derenne

Nos próximos dias a Polícia Rodoviária Federal vai divulgar um balanço com os números e as estatísticas finais do primeiro ano de vigência da lei.

Campanha Não deixe a bebida mudar o seu destino

De acordo com o Ministéria da Justiça, a campanha fará atividades artísticas durante o feriado em bares. Casais de atores simularão uma discussão na qual o marido tenta dirigir bêbado.  A encenação percorrerá cerca de 300 bares de Brasília, Belo Horizonte, Florianópolis  e São Paulo.

Segundo o Ministério da Justiça, a campanha inclui também anúncios na mídia e uma ações em estradas, pedágios e postos policiais em todo o País.

Um ano de Lei Seca

A Lei 11.750 está em vigor desde 20 de junho de 2008, em todo território nacional. Conhecida como Lei Seca, determina que todos os motoristas que forem flagrados depois de beber estarão sujeitos a multas e suspensão da carteira de habilitação por 12 meses, além de prisão em casos mais graves.

    Leia tudo sobre: lei seca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG