Após SP, Alanis Morissette toca hoje em Belo Horizonte

SÃO PAULO ¿ A Alanis Morissette que subiu ao palco anteontem à noite no Via Funchal, em São Paulo, foi a mesma menina revoltada que ganhou o mundo em 1995. Quatorze anos mais velha, Alanis repete o roteiro que sempre a acompanhou pelo Brasil ¿ é a quarta passagem da canadense pelo País, que ainda toca hoje em Belo Horizonte, no sábado em Florianópolis e na terça-feira em Porto Alegre.

Agência Estado |

Os gritos histéricos do público paulista anteciparam sua chegada ao palco com 20 minutos de atraso, às 22h20. Com "Uninvited", a velha Alanis refletiu a adolescente dos anos dourados. Sacudia freneticamente as longas madeixas, corria desajeitadamente para trás. Com um repertório que privilegiou as músicas do seu melhor álbum, "Jagged Little Pill", de 1995, Alanis alternou durante a uma hora e meia de espetáculo músicas novas e clássicos juvenis.

Se com "Not as We" - canção do recente "Flavors of Entanglement" - emocionou os nascidos após os anos 90, com All I Really Want tirou um sorriso dos trintões. Sem ter revelado grandes composições após "Jagged", Alanis tocou oito faixas de um total de 13 que o álbum traz.

Na parte final, levou sua banda para a frente do palco e despiu quatro canções para o formato acústico. "Hand in My Pocket" foi a mais aplaudida. O bis teve "You Learn", "Ironic" e "Thank You".

    Leia tudo sobre: alanis morissette

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG