Após passeata, estudantes chegam à Praça da República

SÃO PAULO - Cerca de 300 estudantes da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo (UMES) se concentraram no vão do MASP nesta manhã de sexta-feira para sair em passeata da rua da Consolação até a Praça da República, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Após percorrer a rua da Consolação, os manifestantes já se encontram em seu ponto final.

Redação |

Segundo a presidente da entidade, Ana Letícia Oliveira, foram mobilizados 7 mil estudantes para o ato que comemora o Dia do Estudante, 11 de agosto, com a reivindicação de um ensino de maior qualidade em São Paulo.

Queremos aprofundar as mudanças, como o ProUni. O nível de educação de São Paulo é uma vergonha e isso não é um problema causado pelo professor ou pelo aluno, como algumas autoridades preferem encarar. É impossível ter qualidade quando se tem nas escolas jornais ao invés de livros didáticos, explica Ana Letícia.

O foco principal da manifestação é acabar com a aprovação automática das escolas públicas, que segundo a presidente da UMES, é prova do descaso do Estado com a educação. A manifestação seguiu em direção à Secretaria da Educação com escola da Polícia Militar.

A Polícia Militar informou que o clima no local está calmo o seu 7º Batalhão acompanhou o movimento.

A CET informou que o trânsito no local está tranquilo e a toda a Consolação tem menos de 1 km de congestionamento.

(Com informações de Carol Patrocínio)

Leia mais sobre: protestos

    Leia tudo sobre: protesto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG