Consultor de empresas começou a planejar uma viagem em julho. Desde então, tenta tirar passaporte e não consegue data

selo

Quase um mês depois da pane que travou o sistema de passaportes da Polícia Federal (PF) no País, o agendamento de horários para a retirada do documento continua demorado. Conseguir uma data nos postos de atendimento da PF é um jogo de azar. Muitos desistem depois de várias tentativas sem conseguir agendar uma data para ser atendido na PF, ou se veem obrigados a mudar os planos de viagem.

O consultor de empresas Marcelo de Lima Rezende, de 37 anos, começou a planejar uma viagem em julho. Desde então, tenta tirar passaporte e não consegue data. Veio a pane no site, a normalização, e até agora ele não conseguiu marcar sua visita à PF. "Já fiz três cadastros no site que expiraram porque não consigo agendar. Ontem mesmo tentei e não havia data", conta. Por causa do imbróglio, desistiu de ir à Disney.

Em São Paulo, os postos da Lapa, zona oeste, e do Shopping Light, no centro, funcionarão aos sábados até o fim do mês. Mesmo assim, a demanda reprimida do pós-pane não está sendo resolvida. A recomendação da PF é de que o usuário entre no site "várias vezes ao dia, em horários diferentes".

De acordo com a PF de São Paulo, desde a pane, o número de atendimentos diários na capital subiu de 1 mil para 1,8 mil. Em todo o País, o aumento no número de emissões de passaportes foi de aproximadamente 40% em um ano - pulou de 543 mil no primeiro semestre de 2009 para 753 mil no mesmo período deste ano.

Visto americano

Depois de penar para conseguir um passaporte, quem vai viajar para os Estados Unidos também sofre para obter um visto. Em São Paulo e no Rio, até ontem, a espera prevista estava em três meses e meio, 15 dias a mais do que em Brasília. No Recife, onde o atendimento é mais "rápido", a previsão do consulado era de dois meses e 17 dias, com a próxima vaga disponível para janeiro.

Por meio de sua assessoria, o cônsul-geral dos Estados Unidos em São Paulo, Thomas Kelly, afirma que, em 2010, estão sendo emitidos entre 1,5 mil e 1,9 mil vistos por dia na capital - é o Consulado Americano que mais atende no mundo. Segundo ele, a espera de mais de 100 dias é normal para a época do ano que antecede as férias de verão. Em 2009, 320 mil vistos americanos foram solicitados em São Paulo, com 95% de aprovação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.