Após nova lei, 25 mil estrangeiros pediram anistia

A menos de um mês do término do prazo para legalizar sua situação no Brasil, cerca de metade dos estrangeiros que vivem no País de forma irregular entrou com pedido de anistia na Polícia Federal. De acordo com dados da PF, 25.

Agência Estado |

773 imigrantes foram atendidos desde o início dos trabalhos, em julho deste ano.

A lei de anistia ao estrangeiro foi sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em julho e, desde então, os imigrantes em situação irregular podem legalizar sua situação em definitivo. A iniciativa beneficia pelo menos 50 mil pessoas, sobretudo chineses, bolivianos, paraguaios e peruanos que entraram no País clandestinamente ou tiveram seus vistos vencidos até 1º de fevereiro passado. O prazo para legalização vai até 30 de dezembro.

Em novembro, pelo terceiro mês consecutivo, com 4.363 requerimentos entregues, os bolivianos lideram a lista das nacionalidades que mais solicitaram regularização. Desde que a lei entrou em vigor, o total de bolivianos que já fizeram o pedido é de 14.425, seguidos por paraguaios, 2.809; chineses, 2.731; peruanos, 2.042; e coreanos, 852.

Quem ainda não pediu anistia poderá obter os formulários para requerimento, que são distribuídos gratuitamente no posto da Rua Aurora, 955 e na Superintendência da PF em São Paulo, além de estar disponível para impressão na internet no site: www.dpf.gov.br.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG