Os professores da rede estadual de ensino de São Paulo decidiram hoje manter a greve da categoria, iniciada no último dia 8. A categoria reivindica reajuste salarial de 34% e o fim das provas dos temporários e do programa de promoção.

Hoje, a manifestação com cerca de 8 mil professores - segundo a Polícia Militar - interrompeu totalmente o trânsito na Avenida Paulista, na altura do vão do Masp, das 15h às 17h. Os professores saíram da Paulista a caminho da Secretaria da Educação, na Praça da República, no centro da capital paulista. Segundo a Companhia de Engenharia de tráfego (CET), que estimava um número de 10 mil manifestantes, às 17h20 a Rua da Consolação estava bloqueada no sentido centro.

Este é o segundo protesto realizado pela categoria neste ano. Na sexta-feira passada, os professores fizeram uma manifestação no mesmo local.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.