SÃO PAULO - O trecho entre as estações Francisco Morato e Baltazar Fidelis da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que estava interditado desde a madrugada desta terça-feira, foi liberado por volta das 8h.

De acordo com a CPTM, o trecho estava interditado desde a madrugada devido à queda de uma viga de concreto, de 13 metros de comprimento, de uma futura passarela para pedestres do novo terminal de ônibus, construído pela Prefeitura de Francisco Morato. A viga, que estava em um guindaste, atingiu os cabos de rede aérea, que alimentam a energia no trem.

AE
Serviço de trem ficou paralisado durante toda madrugada e começo da manhã

A operação Paese, que disponibilizou 50 ônibus gratuitamente para os usuários prejudicados pela interdição das linhas, foi cancelada com a normalização dos serviços.

Os trechos Jundiaí-Francisco Morato e Baltazar Fidelis-Luz também funcionam normalmente. O intervalo entre as estações comprometidas é de 10 minutos.

Leia mais sobre: trens

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.