SÃO PAULO (Reuters) - Copos plásticos, álcool em gel e cartazes recepcionaram cerca de 10 milhões de alunos que tiveram as férias prolongadas devido ao surto de gripe H1N1, que teve novas mortes confirmadas em Santa Catarina e no Rio de Janeiro nesta segunda-feira. Em São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, as aulas das redes estaduais foram reiniciadas com medidas informativas e de prevenção para frear a disseminação do novo vírus entre estudantes e professores.

Em várias escolas, cartazes e cartilhas apontavam para maneiras de combater a doença, bebedouros dividiam espaço com copos plásticos e álcool em gel e sabonetes ajudavam na limpeza das mãos.

"Inicialmente foi feito um treinamento com os inspetores escolares e coordenadores regionais sobre os cuidados com relação à doença", afirmou o subsecretário de Educação do Rio, Júlio da Hora, de acordo com nota do órgão. "A Secretaria também adquiriu 176 milhões de copos descartáveis e distribuiu 20 mil cartilhas informativas".

Em São Paulo, a Secretaria de Educação distribuiu cerca de 900 mil cartilhas e cinco milhões de folders nas escolas estaduais com orientações sobre a doença.

No domingo, em entrevista à Agência Brasil o secretário de Saúde do Rio Grande do Sul, Osmar Terra, afirmou que a incidência do vírus estava caindo no Estado, que já registrou 70 mortes pela doença.

Apesar do pedido de Terra por "tranquilidade" no retorno às aulas, 22 municípios da Associação dos Municípios da Zona Sul gaúcha decidiram adiar a volta das atividades escolares para 1o de setembro.

Nesta segunda-feira, o número de mortes pela doença no país chegou a 342 com a confirmação da nona vítima em Santa Catarina e com duas novas mortes no Rio de Janeiro, que agora soma 39 óbitos. São Paulo segue o Estado mais atingido, com 134 mortes.

O total de mortes se baseia nas informações divulgadas pelas secretarias de Saúde de cada Estado. O Ministério da Saúde deve divulgar novo boletim sobre a gripe no país na quarta-feira.

(Por Hugo Bachega)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.