Após despedida do Bandeirantes, Serra diz que inicia nova etapa

SÃO PAULO (Reuters) - No dia seguinte à despedida do cargo de governador do Estado de São Paulo, José Serra, pré-candidato à sucessão presidencial pelo PSDB, afirmou que inicia agora uma nova fase em sua carreira política. Está na hora de começar uma outra etapa. Esta está se encerrando, disse Serra a jornalistas.

Reuters |

Ele participou nesta quinta-feira de cerimônia de assinatura de ampliação do limite de endividamento do Estado em 3,3 bilhões de reais.

Serra disse que já começou a cuidar da mudança, o que inclui arrumar a grande quantidade de documentos que acumulou desde que a assumir o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, em janeiro de 2007.

"Todo dia já é diferente, mas hoje foi diferente, evidente", disse.

Na quarta-feira, diante de milhares de servidores, correligionários e políticos de seu partido e de siglas aliadas, Serra anunciou a saída do governo para concorrer à Presidência da República.

Ele fez um balanço da gestão e cunhou o slogan "o Brasil pode mais". Criticou a roubalheira e disse que os governos têm que ter caráter.

Adiantou nesta quinta que vai viajar pelo país, mas antes tentará passar por um período de descanso.

Ele confirmou que envia na sexta-feira à Assembléia Legislativa a carta de renúncia do cargo e, sobre o lançamento oficial de sua candidatura à Presidência, marcado para dia 10, afirmou que será apenas "uma reunião de nossa aliança".

O vice Alberto Goldman, ex-deputado federal pelo PSDB, assumirá o governo paulista até o final da gestão, em dezembro.

(Reportagem de Hugo Bachega)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG