Após derrota, técnico Mário Sérgio deixa o Figueirense

A derrota para o São Paulo, por 3 a 1, neste domingo, foi a gota dágua para a diretoria do Figueirense. Após perder no Morumbi, os dirigentes do time catarinense se reuniram com o treinador Mário Sérgio e decidiram pela rescisão contratual do técnico.

Agência Estado |

Com a saída de Mário Sérgio, o Figueirense fica sem treinador restando apenas três rodadas para o fim do Brasileirão. O time é o vice-lanterna da competição, com 35 pontos, e aparece a cinco do primeiro clube fora da zona de rebaixamento. A equipe catarinense ainda enfrenta Náutico, Botafogo e Internacional.

O técnico Mário Sérgio comandou o time de Florianópolis em dez oportunidades pelo Brasileirão. Foram cinco derrotas, quatro empates, e apenas uma vitória. O treinador foi o quarto no comando do Figueirense desde o início da competição. O time iniciou com Alexandre Gallo. Depois ainda vieram Guilherme Macuglia e Paulo César Gusmão.

Esta foi a segunda passagem de Mário Sérgio pelo Figueirense. Em 2007, o treinador levou o clube à inédita final da Copa do Brasil, em que perdeu o título para o Fluminense. A diretoria do clube catarinense prometeu anunciar o nome do novo treinador ainda nesta segunda-feira.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG