nunca vai conhecer cadeia no Brasil - Brasil - iG" /

Após decisão do Supremo, senador diz que rico nunca vai conhecer cadeia no Brasil

BRASÍLIA - O senador Pedro Simon (PMDB-RS) fez, nesta sexta-feira, duras criticas ao Supremo Tribunal Federal (STF). Por sete votos a quatro, o tribunal decidiu que o réu só é preso após a condenação final, quando não houver qualquer possibilidade de recurso. Para Simon, a parcela mais pobre da população, sem condição de pagar advogados, vai continuar sendo presa. Já aqueles que contam com recursos para se defender judicialmente não serão presos.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

"Julgar em caráter definitivo no Brasil é a coisa mais difícil. O pobre não pode recorrer, mas o cara que tem um bom advogado nunca vai conhecer cadeia", disse. "[No Brasil] Só vai preso ladrão de galinha", completou.

Ele disse ainda que os processos que chegam no Supremo nunca punem os acusados. Citou até mesmo o 2º Vice-Presidente da Câmara, Edmar Moreira (DEM-MG) ¿ que tem no nome de seus filhos um castelo de cerca de R$ 20 milhões ¿ e defendeu, logo que assumiu a vaga, o fim do Conselho de Ética e a subida de processos de quebra de decoro diretamente para o Supremo.

"Nosso amigo lá que foi escolhido o 2º Vice-Presidente, por que ele não quer que o Congresso julgue e quer que vá direto para o Supremo? Porque o Supremo não condena ninguém (...) No Supremo não acontece nada. É tudo arquivado, tudo arquivado", concluiu.

Leia também:

    Leia tudo sobre: julgamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG