A BR-316, uma das mais importantes rodovias do Maranhão, foi liberada parcialmente na manhã de hoje para o tráfego de veículos com peso de até 27 toneladas, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A travessia estava interrompida há 15 dias, quando as chuvas destruíram uma ponte de 17 metros no quilômetro 415, em Alto Alegre.

Segundo a assessoria de imprensa do governo estadual, um reparo provisório viabilizou a passagem da água e dos veículos e tornou desnecessária a utilização de uma ponte móvel do Exército que chegaria no final de semana.

Os caminhoneiros, parados há dias, retomaram suas viagens. Alguns transportavam cargas perecíveis, como frutas e hortaliças destinadas à Central de Abastecimento de São Luís. O trabalho de recuperação do trecho interrompido foi realizado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), com o acompanhamento da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra).

O tráfego também foi normalizado no km 125 da BR-010, entre os municípios de Estreito e Carolina. O trânsito está sendo feito apenas em um sentido por vez no km 281 da mesma rodovia, entre as cidades de Imperatriz e Açailândia. O mesmo ocorre na BR-222, nos quilômetros 259, no povoado de Bombasa, 211, em Itapecuru-Mirim e 450, no povoado Floresta, município de Santa Luzia do Tide.

Na BR-226, a liberação do tráfego também ocorre apenas em um sentido da via, no km 286, próximo da cidade de Barra do Corda. Na BR-316, a depressão na camada do asfalto no km 154 pode acarretar a interdição da rodovia entre os municípios de Araguanã e Nova Olinda. Na BR-402, o tráfego continua sendo feito apenas em um sentido da via por vez no km 54, perto do povoado Prata, entre o município de Morros e entrada para Humberto de Campos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.