Após briga, policial baleado atropela irmãos em SP

Um investigador da Polícia Civil que dirigia baleado atropelou anteontem um menino de 12 anos e uma menina de 1 ano que estavam na calçada da Avenida Duque de Caxias, no centro de São Paulo. O policial foi ferido após uma briga com ocupantes de um veículo no cruzamento da Avenida São João com a Rua Aurora.

Agência Estado |

As crianças foram socorridas, estão internadas no Hospital do Servidor Público Municipal (PS Vergueiro) e não correm risco de perder a vida.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, durante sua folga, o investigador de 40 anos, que não teve o nome divulgado, saiu às 20 horas em seu carro, um Subaru, de um bar na Avenida São João e parou no cruzamento da via com a Rua Aurora quando foi surpreendido pelo motorista e passageiro de um Vectra, que também era ocupado por uma mulher.

Os dois homens, segundo testemunhas, desceram do Vectra e agrediram o policial. Um homem tentou apartar a disputa dos três pela posse do revólver calibre 38 do policial quando ouviu um tiro, que atingiu o pé do investigador. O policial entrou no carro e fugiu. Os ocupantes do Vectra também fugiram e levaram a arma dele.

Ferido, o policial perdeu o controle do veículo quando estava na Av. Duque de Caxias. Ele subiu na calçadas e atropelou as crianças que passeavam com a mãe. Quando o investigador saiu do carro, quase foi agredido por moradores do local. Uma testemunha impediu que ele fosse linchado. O policial foi levado para o Hospital do Mandaqui, zona norte, e recebeu alta ontem. As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG