Após atrasos, Anac fará monitoramento especial da TAM por 30 dias

Quando o nível de atraso de voos da companhia atingir 10%, a agência reguladora cobrará explicações

AE |

selo

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta segunda-feira, em nota, que decidiu incluir a TAM em um sistema especial de monitoramento pelos próximos 30 dias. Desta forma, quando o nível de atraso da malha de voos da companhia atingir 10% a agência reguladora cobrará explicações imediata sobre a origem do problema e sobre ações mitigadoras.

Entenda o caso: Sistema de check-in da TAM volta, mas voos seguem atrasados

A decisão foi tomada após reunião na sede da Anac com representantes da TAM para tratar dos últimos incidentes que ocorreram com a companhia, sobretudo os atrasos e cancelamentos causados pela falha no sistema de check-in na manhã da última sexta-feira .

Durante o encontro a empresa teria alegado que o problema foi causado pelo rompimento de uma fibra ótica utilizada pela empresa SITA, provedora de tecnologia da informação para a TAM. A Anac também informou que continua a apuração sobre outro incidente envolvendo a TAM na semana passada, quando passageiros com destino a Londres teriam ficado retidos em uma aeronave no aeroporto de Guarulhos por mais de sete horas.

    Leia tudo sobre: TAMatrasosvoosaeroportosanac

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG