Após 9 h, termina rebelião no presídio de Serrinha-BA

Depois de nove horas de negociações, a rebelião no Pavilhão B do Presídio de Serrinha foi encerrada na noite de ontem. Segundo a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da Bahia, os 130 presos que participavam do movimento e mantinham cinco colegas condenados por crimes sexuais como reféns resolveram encerrar o motim depois de conseguir que as oficinas de artesanato e os banhos de sol fossem retomados e que as ligações para casa em casos de urgência fossem autorizadas.

Agência Estado |

Os benefícios tinham sido suspensos porque os internos aproveitavam o material fornecido nas oficinas para fabricar armas improvisadas. O motim foi iniciado na tarde de ontem, depois de uma tentativa frustrada de fuga. O presídio de Serrinha, município baiano a 173 quilômetros a noroeste de Salvador, é um dos poucos que não sofrem com superlotação no Estado: tem capacidade para 476 detentos e abriga 436.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG