Os leilões de relógios de luxo realizados no fim de semana, em Genebra, conseguiram vendas recordes no valor de 14,6 milhões de euros, em sinal de que a crise financeira não abalou o setor, anunciaram nesta segunda-feira duas casas de leilões suíças.

No leilão organizado pela Antiquorum, a peça estrela foi um modelo muito raro de 1815, arrematada por 2,6 milhões de euros.

O leilão da Antiquorum vendeu 10,9 milhões de euros em peças, um resultado "extraordinário que prova que a paixão pelos relógios raros não perdeu força diante das preocupações econômicas mundiais", disse seu presidente, Robert Maron, citado em um comunicado.

O segundo leilão, organizado domingo pela Sotheby's, vendeu 4,1 milhões de euros em relógios de luxo, segundo esta entidade.

at/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.