Apeoesp assina acordo e pode suspender greve até 3ª

O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) assinou hoje um acordo, sob condições, com a Secretaria da Educação do Estado, em audiência do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-SP). Segundo a assessoria da Apeoesp, os sindicalistas proporão aos professores reunidos hoje em assembléia na Praça da República, no centro da capital paulista, a suspensão da greve até terça-feira, prazo para que a secretaria responda se aceita ou não as condições do sindicato.

Agência Estado |

A audiência de conciliação no TRT-SP foi mediada pelo desembargador Carlos Francisco Berardo. A categoria está em greve desde o dia 16 e reivindica um piso salarial de R$ 2 mil e a revogação do decreto que limita a transferências de professores e institui uma prova anual para a seleção de temporários.

Para encerrar a paralisação, os trabalhadores exigem o pagamento pelos dias em greve e um calendário para reposição das aulas. De acordo com a Apeoesp, está entre as exigências ainda a abertura de negociação sobre o decreto. A secretaria confirma o entendimento, no entanto, informa que não há mudança na determinação de transferência de professores e entende a greve como "finalizada".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG