SÃO PAULO ¿ A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo, informou em nota à imprensa que dez radares, dos 37 instalados na capital paulistana, já estão em funcionamento. Na madrugada desta sexta-feira, mais três equipamentos foram aferidos pelo Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) e devem entrar em funcionamento em breve.

Acordo Ortográfico

A assessoria de imprensa da CET-SP explicou que mesmo aferidos, os radares só podem multar quando o certificado emitido pelo Ipem chegar ao órgão, fazendo com que finalmente, este seja publicado no Diário Oficial. Todo este processo leva algum tempo, fazendo com que as máquinas não possam funcionar assim que aprovados.

Mais três radares foram testados na madrugada desta sexta na Marginal Tietê: a pista expressa foi fechada e o trânsito desviado para a pista local. Técnicos do Ipem utilizaram um automóvel para comparar as velocidades no velocímetro do carro com o a velocidade acusada pelo radar, em um procedimento que demorou cerca de 40 minutos.

Dos dez novos radares instalados na cidade, sete possuem a tecnologia com sistema de Leitura Automática de Placas (LAP), que além de multar por excesso de velocidade, multará se o carro estiver fora do rodízio. De 16 equipamentos aferidos ou em processo de aferição, 13 possuem o sistema.

Ainda em sua nota, a Cet esclareceu que nos locais onde os radares foram desativados, foram colocados agentes e viaturas, visando fiscalizar o trânsito durante todo o dia.

Leia mais sobre: multas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.