Apagão poderá gerar ressarcimento automático no RJ

Os constantes apagões no Rio levaram o setor comercial da cidade a solicitar à Light - distribuidora que atende a capital e parte do interior e Baixada Fluminense - a criação de um mecanismo automático de ressarcimento. De acordo com a Fecomércio-RJ, uma pesquisa mostrou que 100 mil, dos cerca de 400 mil estabelecimentos comerciais do Rio tiveram prejuízo com cortes de luz entre novembro e dezembro do ano passado, com perda estimada em R$ 10 mil por loja.

Agência Estado |

O coordenador de Relações Institucionais da Fecomércio-RJ, Marcos Neves, explica que a ideia é que o comerciante não precise mais entrar na Justiça em caso de problemas ocasionados por cortes inesperados de energia. "Nossa intenção é criar um sistema para tentar mensurar o que deixou de ganhar um cabeleireiro, um florista, devido ao corte de energia", explicou.

Segundo o superintendente de Relações Institucionais e Ouvidoria da Light, Eduardo Luiz Pinto Camilo, atualmente a empresa já conta com dois tipos de ressarcimento: uma indenização regulada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para perdas sofridas por consumidores e a compensação por equipamentos ou materiais perdidos devido à falta de luz.

"Na prática, o que queremos é criar um novo canal de comunicação com o cliente que sofreu com cortes de energia", resumiu Camilo. Ele informou que o grupo de estudos vai especificar as documentações necessárias para os processos de indenização. "Nós queremos discutir os ressarcimentos de uma forma administrativa, criteriosa", acrescentou.

Para o diretor da Fecomércio-RJ, as perdas com cortes de luz no início deste ano causaram prejuízos cujo valor deve ficar bem próximo ao verificado no fim do ano passado. Ele espera que o novo sistema possa estar disponível para os comerciantes do Rio já a partir de abril. "Como saber qual será o patamar desta indenização? É a metodologia para calcular isso que o grupo de estudos vai criar."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG