Apagão no Brasil repercute na imprensa internacional

Diversas agências de notícias e jornais no mundo colocaram entre suas principais manchetes a informação sobre o blecaute no Brasil, que deixou pelo menos 12 Estados, o Distrito Federal e o Paraguai sem energia elétrica ontem à noite, depois de a queda de uma linha que transmite energia da Hidrelétrica de Itaipu tirar todos os 14 mil megawatts gerados pela usina do sistema elétrico. Enquanto muitos brasileiros ainda se questionavam sobre a amplitude do apagão, cerca de 35 minutos depois do blecaute a agência France-Presse (AFP) divulgava uma manchete, citando testemunhas, de que as principais cidades do País estavam sem energia elétrica.

Agência Estado |

Menos de uma hora depois da manchete, a agência informava que os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, algumas regiões do Estado de Goiás e o Distrito Federal estavam no escuro. O "Wall Street Journal" ainda mantinha a chamada para o artigo na página principal do site nesta manhã.

Reportagens no "WSJ", CNN, Dow Jones, Reuters, Bloomberg e France-Presse destacaram que o transporte foi prejudicado no Brasil, com interrupção no metrô no Rio de Janeiro e São Paulo. Alguns artigos também destacavam que o Rio colocou mais policiais nas ruas para manter a calma na cidade.

A AFP e a Bloomberg lembraram que o apagão ocorreu dois dias após a rede de televisão norte-americana CBS ter divulgado reportagem alegando que os apagões ocorridos no Brasil em 2005 e 2007 foram causados por hackers que atacaram os sistemas de controle. A notícia da CBS afirmava que os incidentes deveriam servir de alerta para os Estados Unidos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG