Ao contrário do País, na Bahia sobe número de crianças com Aids

SALVADOR ¿ Diferentemente da realidade nacional, a Bahia registrou crescimento no número de crianças com menos de 5 anos infectadas com o vírus da Aids. Dos 112 casos registrados em 2007, na Região Nordeste, o Estado é responsável por 34, seguido por Pernambuco, com 20. No País, a taxa de incidência caiu de 5,5 (por 100 mil habitantes) em 1997 para 2,6 em 2007. Já na Bahia, o índice saltou de 0,4 (13 casos) para 2,5 (34).

Agência Nordeste |

A alta é resultado do crescimento da epidemia entre mulheres jovens e da ausência do trabalho articulado com a atenção básica, para acompanhamento durante o pré-natal - que poderia reduzir para menos de 1% o risco de transmissão vertical (da mãe para filho) do vírus.

"Esta é uma área que preocupa. Nossa missão é identificar as gestantes positivas e evitar a transmissão", explicou a coordenadora do programa de DST e Aids da Bahia, Maricélia Macedo. Os dados são do Boletim Epidemiológico Aids/DST 2008 e foram divulgados ontem pelo Ministério da Saúde em Brasília.

Leia mais sobre: Aids

    Leia tudo sobre: aids

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG