Anvisa: tomate é campeão em resíduos de agrotóxicos

Relatório da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgado ontem mostra que o tomate, o morango e a alface foram os alimentos que apresentaram, em 2007, mais amostras com resíduos de agrotóxicos acima do permitido. Outro problema detectado foi o uso de defensivos não autorizados para essas culturas.

Agência Estado |

Os dados são do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos, coordenado pela Anvisa em parceria com as secretarias estaduais da Saúde.

Nos nove produtos avaliados - alface, batata, morango, tomate, maçã, banana, mamão, cenoura e laranja -, o índice de amostras insatisfatórias ficou em 17,28%. O caso mais alarmante foi o do tomate. Das 123 amostras analisadas, 55 apresentaram resultados insatisfatórios (44%). Os técnicos encontraram a substância monocrotofós, proibida em novembro de 2006 por causa de sua alta toxicidade.

Embora nos limites aceitáveis, também foi detectada a presença do metamidofós no tomate de mesa, agrotóxico autorizado apenas para a cultura de tomate industrial. O metamidofós também foi encontrado irregularmente no morango e na alface. A batata, que em 2002 apresentava índice de 22,2% de uso indevido de agrotóxicos, teve o nível reduzido para 1,36%. A maçã, que chegou a apresentar índice de 5,33%, fechou 2007 com incidência de 2,9%.

A Anvisa vai encaminhar todos os resultados ao Ministério da Agricultura, órgão responsável pela fiscalização das lavouras e ao qual cabe desencadear ações dirigidas aos produtores. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG