Anvisa proíbe importação de remédio contra impotência sexual

Produzido por um laboratório do Paraguai, Erofast Sildenafil não tem registro na agência reguladora brasileira

Agência Brasil |

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a importação e a venda do remédio Erofast Sildenafil, usado contra a impotência sexual.

Produzido por um laboratório do Paraguai, o medicamento não tem registro na agência reguladora. A decisão da Anvisa foi publicada nesta quarta-feirta no Diário Oficial da União.

O Ministério da Saúde publicou portaria liberando R$ 9,3 milhões adicionais para exames de diagnóstico precoce dos cânceres de mama e de útero. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) será responsável por monitorar a qualidade dos exames.

    Leia tudo sobre: anvisaimpotência sexualErofast Sildenafil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG