A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou ontem uma determinação para que a receita médica de antiinflamatórios não esteróides inibidores da ciclooxigenase (Cox-2) seja retida pelas farmácias. A medida inclui esses princípios ativos na lista de substâncias sob controle especial.

Segundo o gerente da Anvisa, Jorge Samaha, o objetivo é reduzir o uso indevido desses medicamentos, "já que o abuso no consumo aumenta os riscos de ocorrência de problemas ocasionados por eles".

A reclassificação, de acordo com informações da própria agência, faz parte de um processo de trabalho iniciado em julho para reavaliar a segurança dessa classe de antiinflamatórios. Como resultado, a Agência cancelou o registro das apresentações de 100mg e 400mg do Prexige (Lumiracoxibe), do laboratório Novartis, e da apresentação de 120 mg do medicamento Arcoxia (Etoricoxibe), da Merck Sharp e Dohme, além de exigir mudanças nas bulas dos medicamentos dessa categoria.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.