Anvisa identifica falsificação e proíbe venda de lote de remédio contra o câncer

Segundo o órgão, lote do medicamento MabThera 500mg/50ml foi falsificado e sua data de vencimento é de 2010

Agência Brasil |

Uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada nesta quarta-feira (7) no Diário Oficial da União proíbe a distribuição, o comércio e o uso, em todo o território nacional, do medicamento MabThera 500mg/50ml (rituximabe), lote B6038 com as seguintes informações: VAL 12 2012 FAB 06 2010.

Leia também: Pacientes do SUS estão sem tratamento contra câncer de mama no Ceará, diz MPF

Segundo a Anvisa, a decisão foi tomada por se tratar de falsificação. De acordo com a resolução, o fabricante do medicamento informou que o lote original é de 2008, com vencimento em 2010.

Depoimento: A saga da minha mãe contra um câncer pelo Sistema Único de Saúde

“Portanto, qualquer unidade que apresente datas diferentes deve ser considerada como falsificação”, explicou a Anvisa.

    Leia tudo sobre: MabTheraanvisacâncer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG