A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a apreensão de três lotes falsificados do comprimido Cialis, usado no tratamento da disfunção erétil. A resolução, que também pede a inutilização dos lotes, foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Segundo a Anvisa, dois lotes não foram fabricados e nem comercializados no Brasil e o outro tem a data de validade alterada. As informações são da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.