Anvisa determina apreensão de lote falso de Cialis

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ordenou a apreensão e inutilização do lote falsificado A178173 do medicamento Cialis 20 mg, utilizado no tratamento de disfunção erétil. Segundo a agência, o lote original difere do falso principalmente pelas datas de fabricação e validade.

Agência Estado |

As do verdadeiro são abril de 2007 e março de 2009, respectivamente, enquanto que as do irregular são fevereiro de 2006 e janeiro de 2008.
A Anvisa também anunciou hoje a interdição cautelar dos remédios Lapritec 10mg (lote 1689/07) e Lapritec 20mg (lotes 2335/07, 1549/07, 1924/07 e 1990/07), da Hipolabor Farmacêutica Ltda, de Sabará, Minas Gerais. A agência afirmou que a medida é válida por 90 dias e foi baseada em laudos emitidos Fundação Ezequiel Dias que apontaram irregularidades nos produtos. Caberá ao fabricante o recolhimento dos lotes indicados.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG