Antibióticos: 81% já compraram sem receita

Pesquisa do Idec mostra ainda que todas as farmácias pesquisadas descumprem a lei .

iG São Paulo |

Um levantamento feito pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) mostrou que 81% da população brasileira já comprou antibiótico sem apresentar receita médica. A enquete foi feita no portal do Instituto, com a participação de 400 pessoas.

Após avaliar o comportamento dos consumidores, o Idec foi a campo para detectar a postura dos funcionários das farmácias e drogarias do País. Visitou 104 estabelecimentos, em 11 cidades - Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Jequié (BA), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Santo André (SP), São Paulo (SP) e Tubarão (SC) – e em todos conseguiu comprar um ou mais tipos de antibióticos sem a apresentação da receita.

Os dados encontrados no levantamento do Idec são ainda mais altos do que os mapeados no ano passado pelo Conselho Regional de Farmácia de São Paulo. A entidade visitou mais de 3 mil estabelecimentos e identificou que em 68% delas houve venda sem prescrição.

Este cenário é um dos motivos que levou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a tentar mudar as regras da venda dessas drogas , com um controle maior e monitoramento constante não só dos pontos de venda, como também dos médicos que prescrevem essa droga.

O uso abusivo e indiscriminado dos medicamentos é apontado como causa da resistência crescente de bactérias aos tratamentos contra infecções. Uma das consequências da compra sem receita de medicamentos é a automedicação, hábito incorporado por metade das pessoas que sentem dor , conforme mostrou pesquisa da USP .

    Leia tudo sobre: antibióticosreceitafarmácias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG