ANS prorroga debate sobre cobertura de planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) prorrogou até o dia 30 de outubro a consulta pública sobre a cobertura mínima obrigatória para os planos de saúde. Entre os 43 novos procedimentos médicos e 16 odontológicos propostos pelo órgão estão a inclusão de exames de detecção precoce de tumores e metástase (pet-scan oncológico), transplantes de medula entre doadores vivos, próteses dentárias (coroas ou blocos) e a ampliação do número de consultas com psicólogos, nutricionistas, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais.

Agência Estado |

A consulta pública foi aberta no dia 8 de setembro e estava prevista para ser encerrada 30 dias depois, mas a ANS decidiu prorrogá-la até o fim do mês. Qualquer pessoa - de consumidores a profissionais da área de saúde, passando por representantes de operadoras - pode participar da consulta, que está disponível no site www.ans.gov.br. O novo rol de procedimentos deve ser publicado no Diário Oficial até janeiro. A previsão é que ele vigore a partir de abril. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG