A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) escolheu a Itálica Saúde e o Plano de Saúde Ana Costa para assumirem a carteira de clientes da Avimed, hoje com 110 mil conveniados. Foram recebidas 11 propostas de operadoras, mas apenas as duas atenderam às condições do edital de convocação.

As duas empresas foram autorizadas “a ofertar propostas de novos contratos aos beneficiários da Avimed”.

A Itálica Saúde, que tem 40 mil beneficiários, recebeu autorização para atender os beneficiários da capital, Grande São Paulo e do interior. De acordo com a ANS, a Itálica, que antes não tinha condições de assumir a carteira, agora tem porque “desta vez a operação exigirá um volume de recursos econômico-financeiros e de capacidade operacional já previstos nos contratos de seus planos”, pois na transferência de carteira (antes) “haveria continuidade dos contratos da outra operadora.” O Ana Costa tem aproximadamente 120 mil beneficiários e atenderá clientes da Avimed de Santos e Registro.

Para Daniela Trettel, advogada do Idec , é “lastimável” a forma como a ANS conduz o processo. “Como, milagrosamente, em um mês uma empresa que não tinha condições financeiras agora tem?”, questiona. “Esses novos contratos tiram a possibilidade de os clientes Avimed fazerem a portabilidade e ainda colocam em risco os clientes dessas duas novas operadoras.”

Em nota, a ANS destacou que “dentre as empresas que se apresentaram no processo, essas foram as que atenderam os requisitos”. E que “as operadoras estão alertadas para o incremento operacional”. As informações são do Jornal da Tarde.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.