Annie Lennox critica preço de medicamentos contra AIDS

CIDADE DO MÉXICO, 4 AGO - A cantora escocesa Annie Lennox criticou o preço dos medicamentos e dos tratamentos contra a Aids, no segundo dia da conferência internacioanal sobre a doença, que acontece na Cidade do México. Lennox também disse que são escassos os financiamentos para o combate à epidemia na África e em outros países em desenvolvimento.

Agência Ansa |

"É inaceitável que tantas mulheres e crianças estejam sofrendo para ter assistência e tratamento", afirmou a cantora. "Se quisermos manter a promessa de acesso universal ao tratamento até 2010, a Conferência Mundial sobre a Aids deve pressionar os líderes políticos a aumentar os esforços e a torná-los mais eficazes".

De acordo com a organização internacional Oxfam, para alcançar o objetivo nos próximos dois anos, os financiamentos atuais deveriam dobrar. Em 2008, por exemplo, o programa da ONU para a Aids (Unaids) estima que a contribuição dos Estados Unidos esteja abaixo dos US$ 8 milhões mínimos prometidos.

Annie Lennox fez um apelo para que sejam aumentados os fundos e, sobretudo, para que se minimizem as "táticas agressivas" das empresas farmacêuticas, as quais, segundo ela, impedem que o objetivo estabelecido pela ONU seja concretizado. 

Para a cantora, muitos progressos foram feitos até agora, mas ainda há muito por fazer, "e nunca como neste momento se fez tão urgente a intervenção dos países mais ricos". (ANSA)

    Leia tudo sobre: música

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG