ANJ repudia decisão contra jornal Estado de Minas

O vice-presidente da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Júlio César Mesquita, divulgou no sábado nota de repúdio à decisão do juiz da 4ª Vara Federal de Belo Horizonte, Ronaldo Santos de Oliveira, que concedeu direito de resposta à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) no jornal Estado de Minas. A ANJ criticou o espaço oferecido à instituição, considerado “desproporcional e descabido”: além da primeira, foram ocupadas mais seis páginas.

Agência Estado |

A sentença veio após uma série de reportagens sobre supostas irregularidades nas prestações de contas da UFMG. O jornal cita favorecimento a professores e parentes em concursos e projetos com dinheiro público. A ANJ lembra que os dados são do Tribunal de Contas da União (TCU) e a UFMG foi procurada para se manifestar. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG