ANJ: ações contra mídia mostram tentativa de censura

A nova investida do Ministério Público Eleitoral, agora contra o jornal O Estado de S. Paulo , por publicar entrevista com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), também despertou indignação entre entidades jurídicas.

Agência Estado |

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) “reitera a convicção de que está ocorrendo uma tentativa de censura à imprensa”. Segundo o assessor da diretoria, Ricardo Pedreira, a atitude da promotoria “é um renovado equívoco, de quem parece não compreender a diferença entre propaganda eleitoral e matéria jornalística. Se vigorar o que pretendem esses promotores, terá acabado a imprensa livre em nosso país.”

No mesmo tom, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Cézar Britto, destacou que “democracia é sinônimo de debate e transparência e a imprensa é instituição fundamental dentro desse preceito”. Também no setor do Ministério Público houve críticas à representação. O promotor de Justiça Roberto Livianu, presidente do Movimento do Ministério Público Democrático, ressalta que no País “o grau de consciência de direitos é tão baixo, e ainda aparecem pessoas querendo limitá-lo”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG