Animador de festa é acusado de pedofilia no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO - Policiais da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) prederam, nesta terça-feira, o animador de festas infantis Rogger Peixoto Lucas, 40 anos, acusado de ter abusado sexualmente de duas irmãs menores de idade no Rio de Janeiro

Redação |

Acordo Ortográfico

De acordo com a polícia, uma das meninas, de 17 anos, é afilhada de Lucas e começou a sofrer abusos há sete anos. A irmã mais nova da adolescente, de 12 anos, passou a ser aliciada pelo animador há um ano.

A denúncia contra o homem foi feita pela mãe das meninas. Em depoimento, a adolescente mais velha, afilhada de Lucas, afirmou que ele tem outras vítimas entre 8 e 12 anos.

Rogger Peixoto Lucas foi preso em sua casa, na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. Segundo o delegado que investiga o caso, Deuclécio Francisco de Assis Filho, o acusado utilizava o trabalho como animador de festas infantis para se aproximar de suas vítimas.

Leia mais sobre: pedofilia

    Leia tudo sobre: pedofiliapedófilo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG