Aníbal: governo pagou apenas 10% dos recursos do PAC

No dia em que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, faz o balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o líder do PSDB na Câmara, José Aníbal (SP), divulgou dado sobre os recursos até hoje gastos com as obras. De acordo com dados do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi), que registra todos os pagamentos realizados, até segunda-feira passada o governo havia pago apenas 10% de todos os recursos destinados, R$ 17,9 bilhões, neste ano para o programa.

Agência Estado |

Os dados divulgados por Aníbal mostram o pagamento de R$ 1,9 bilhão neste ano, do total de R$ 10,3 bilhões que foram empenhados, 57,68% dos recursos destinados ao programa.

"O PAC virou uma palavra mágica, que vai se tornando esvaziada no sentido do crescimento. É muita conversa e pouco resultado. O resultado prático é 10% do que foi programado. Falta projeto", disse Aníbal.

Segundo relatório do governo, apresentado por Dilma, R$ 10,4 bilhões foram empenhados para as obras do programa, no período de janeiro a 23 de outubro deste ano, o que representa um porcentual 34% maior que no mesmo período de 2007. Neste ano, segundo os números do governo, foi pago um valor total de R$ 8,2 bilhões. Das 2.198 ações monitoradas pela equipe da ministra Dilma, 83% estão em ritmo adequado e receberam o selo verde; 7% estão em situação que requer atenção, e receberam o selo amarelo; e 1% estão com o selo vermelho, de preocupante. Os 9% restantes referem-se às obras já concluídas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG