Por Daria Sito-Sucic SARAJEVO (Reuters) - O ator de Hollywood Orlando Bloom disse na terça-feira que vai afastar-se por algum tempo das grandes produções que o tornaram famoso para trabalhar em um filme sobre a vida na capital da Bósnia, Sarajevo, durante o cerco de 1992-1995.

O filme é baseado no livro 'Fools Rush In', do escritor e cineasta norte-americano Bill Carter, que viveu em Sarajevo na pior fase do cerco. A direção será do brasileiro Andrucha Waddington ('Casa de Areia'), e a produção, de Elliot Lewitt.

'O filme é um relato muito pessoal e específico sobre a experiência de Bill Carter em Sarajevo durante a guerra, e gostaríamos muito de rodá-lo aqui', disse a jornalistas em Sarajevo o astro de 'Piratas do Caribe' e 'O Senhor dos Anéis'.

'Será algo diferente das grandes produções de Hollywood', disse Bloom depois de um encontro da equipe do filme com o prefeito de Sarajevo, que prometeu apoio financeiro e prático ao filme.

'Não farei o papel de Bill. Mas li o roteiro, e a história muito humana que está ao cerne do filme me comoveu muito', ele acrescentou.

No livro, Carter descreveu sua vida como funcionário de organização humanitária em Sarajevo durante o cerco, em 1993-94, e as dificuldades e alegrias que compartilhou com a população local, procurando preservar sua sanidade durante os 43 meses de ataques constantes de morteiros das forças sérvias bósnias contra a cidade.

Orlando Bloom não deu maiores detalhes sobre o filme, mas falou que espera que as filmagens comecem no final do ano.

'Esperamos conseguir fazer o filme no final deste ano', disse ele. 'Poder vir rodar o filme aqui será maravilhoso.'

Bill Carter fez o documentário 'Miss Sarajevo', produzido por Bono, do U2, e o falecido tenor Luciano Pavarotti, depois de conseguir montar uma conexão via satélite entre Sarajevo e a turnê Zooropa, do U2, em 1993.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.