Análise de material coletado em casa de Bruno sairá em 15 dias

Goleiro do Flamengo é considerado suspeito pelo desaparecimento da ex-namorada

iG Rio de Janeiro |

O resultado da análise das amostras coletadas no carro e na casa do sítio do goleiro Bruno será divulgado em um prazo de até 15 dias, segundo informou a Polícia Civil nesta quarta-feira. Hoje, foi confirmado que os vestígios encontrados perto do porta-malas da caminhonete Range Rover do goleiro do Flamengo eram de sangue humano. O material será confrontado com o DNA coletado do pai da ex-namorada do jogador, Eliza Samudio, desaparecida há cerca de três semanas.

Nesta quarta-feira, a delegada Alessandra Wilke disse que Bruno ainda não foi intimado a prestar depoimento, mas, caso queira comparecer, ele será recebido. Segundo a titular, a Polícia Civil está ajudando nas investigações, mas não deu detalhes sobre essa cooperação.

Também hoje, duas pessoas foram presas por furto no sítio do goleiro do Flamengo, no município de Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG). Ainda não há informações se os detidos possuem ligação com o desaparecimento de Eliza.

Treino

O goleiro Bruno treinou na manhã desta quarta-feira no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, em Vargem Grande, zona oeste do Rio de Janeiro. O jogador chegou ao local por volta das 9h30 e executou saltos e defesas com integrantes da comissão técnica.

Na última segunda-feira, a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, anunciou que Bruno ficará afastado por tempo indeterminado do restante do elenco rubro-negro. O grupo viajou na terça-feira para Itu, no interior de São Paulo, onde realiza a intertemporada durante a pausa no Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo.

Sumiço

Bruno é considerado suspeito pela polícia pelo sumiço de sua ex-namorada Eliza Samudio, de 25 anos. Desaparecida há cerca de três semanas, a jovem é mãe de B., de quatro meses. Na última semana, a polícia recebeu uma denúncia de que a jovem havia sido espancada por três pessoas no sítio do atleta, localizado no município de Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Segundo investigações, o atleta do Flamengo não concordava em assumir a paternidade do suposto filho, nascido após o fim do namoro, no ano passado. O bebê, que também estava desaparecido, foi encontrado pela polícia na casa de uma amiga da atual mulher do jogador, Dayane Souza, e agora está sob a guarda do avô materno em Foz do Iguaçu (PR).

    Leia tudo sobre: Brunogoleiroeliza samudiodesaparecimento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG